A SUSTENTABILIDADE ENDOSSANDO O CONSUMISMO CONTEMPORÂNEO: UMA REFLEXÃO CRÍTICA

Humberto COSTA, Daniel Kendi Anghinoni TUTIDA, Juliano Miranda MACHADO, Rosangela Somavilla NUNES

Resumo


RESUMO:

O objetivo deste artigo é o de suscitar discussões acerca do reflexo na natureza das decisões organizacionais de empresas que melhor transmitem sua imagem como sendo sustentáveis e que carregam, em seu bojo, os princípios da sustentabilidade como um posicionamento da sua marca. Para entender e planificar esses reflexos, trouxemos para a pauta de discussão, dois termos comumente evocados quando se fala na preservação do planeta para as gerações futuras: sustentabilidade e consumismo. Para alcançarmos o objetivo proposto, definimos e traçamos os perfis e os significados destes dois termos e suas implicações no futuro do planeta, dentro das limitações do pensamento a que estamos capacitados. As bases teóricas utilizadas para este estudo abordam, notadamente, dois prismas: a sustentabilidade discutida na obra Brown (2003) e o consumismo abordado nas obras de Bauman (2007, 2009). Pretendemos, especificamente, demonstrar que empresas que erguem o estandarte da sustentabilidade em seu posicionamento de marca, continuam instigando o consumo efêmero e descartável de bens e produtos, na verdade não empregam na prática o discurso político quando se trata das decisões econômicas que envolvem produção,consumo e sustentabilidade.

Palavras-chaves: Sustentabilidade, Consumismo, Comunicação, Preservação.

 

ABSTRACT:

The purpose of this article is to raise discussions on the reflection on the nature of organizational decisions of firms that best convey your image to be sustainable and bearing in their midst the principles of sustainability as a positioning of your brand. To understand and plan these reflections, brought to the forefront of discussion, two terms commonly evoked when speaking in preserving the planet for future generations: sustainability and consumerism. To achieve the proposed objective, we defined and traced the profiles and the meanings of these two terms and their implications for the future of the planet, within the limitations of thought to which we are capable. The theoretical framework used for this study approach, notably two areas: sustainability work discussed in Brown (2003) and consumerism addressed in the works of Bauman (2007, 2009). We intend to specifically demonstrate that companies who raise the banner of sustainability into its brand positioning, continue urging the ephemeral and disposable consumer goods and products, not actually employ in practice the political discourse when it comes to economic decisions involving manufacturing, consumption and sustainability.

Key-words: Sustainability, Consumerism, Communication, Preservation.

 


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .