PARTO DA VIOLÊNCIA: OS LIMITES ENTRE A CONDUTA MÉDICA NECESSÁRIA E A VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA

Fernanda Moreira Hudson NASCIMENTO, Caio Augusto de Souza LARA

Resumo


RESUMO

O tema-problema da pesquisa que se desenvolve é a violência obstétrica sofrida pelas mulheres no Brasil, muitas vezes camuflada pela liberdade médica para fazer o possível para salvar uma vida. Segundo o portal “As faces da violência obstétrica”, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, “o termo violência obstétrica se refere aos diversos tipos de agressão a mulheres gestantes, seja no pré-natal, no parto ou pós-parto, e no atendimento de casos de abortamento”. As agressões podem ser físicas, verbais, ou até mesmo a simples recusa ao atendimento. [...]


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.