EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: INTERCULTURALIDADE E RAZOABILIDADE EM DEMOCRACIAS PLURAIS

André Bakker DA SILVEIRA

Resumo


A partir de conceitos da teoria política de John Rawls e da compreensão de direitos humanos sob uma perspectiva intercultural, este trabalho pretende demonstrar a relação existente entre estas formulações e a educação em direitos humanos. Abordando as noções de razoabilidade, racionalidade e democracia plural, extraídas da obra de Rawls, propõe-se a utilização destas concepções para fundamentar a importância da educação em direitos humanos no viés intercultural como forma de fortalecer a convivência entre as diferentes subjetividades constituintes do corpo social. A educação, seja pública ou privada, deve ter como um de seus propósitos a estabilidade da sociedade democrática e plural. Impõe-se, então, que haja a intencionalidade de inclusão de diferentes doutrinas abrangentes, as quais, através de um consenso sobreposto, devem estabelecer os critérios para a convivência harmônica e democrática.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.