A DEGRADAÇÃO DA PROFISSÃO JURÍDICA NO BRASIL DO SÉCULO XXI

Vitória Gabriela Dos Santos SILVA

Resumo


OBJETIVOS DO TRABALHO

O objetivo geral do trabalho é analisar as diferentes manifestações sociológicas da degradação da profissão jurídica. Para que este seja atingido faz-se necessário: analisar a influência da economia para a degradação da profissão jurídica; apurar o número de bacharéis em Direito que se encontram empregados na área jurídica; constatar qual o posicionamento do MEC e da OAB frente à graduação jurídica; entrevistar o presidente do Conselho Federal da OAB, Claudio Lamachia; levantar dados acerca do número de graduandos e de faculdades de Direito no Brasil; identificar qual deve ser a posição do jurista no Brasil do século XXI; averiguar quais são as medidas cabíveis para retardar o avanço da degradação da profissão jurídica; e pesquisar a relação existente entre as injustiças sociais e a degradação da profissão jurídica.   O bacharel não é o único a ser penalizado com a degradação da profissão jurídica. A ciência jurídica também penalizada, devido a sua banalização, e, por conseguinte, ao corpo social se é atribuído ônus. Mediante uma formação de baixa qualidade oferecida aos ordenadores jurídicos e a possível perca de importância do Direito, a sociedade sofrerá uma deficiência.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.