ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E EMPRESAS NO COMBATE À CORRUPÇÃO PANDÊMICA: DO COMPLIANCE AO ACORDO DE LENIÊNCIA

Francesc Perez AMOROS, Henrique Ribeiro CARDOSO, Luciana de Aboim MACHADO, Mateus Levi Fontes SANTOS

Resumo


RESUMO

Objetivo: O presente artigo examina a corrupção pandêmica, designação que se atribui em virtude de sua amplitude no tempo e espaço e dos inúmeros danos que ocasiona globalmente, inclusive no Brasil. Procura-se compreender suas principais características de modo a avaliar quais instrumentos teriam aptidão para minimizá-la. Em seguida, fixadas as premissas de que instrumentos efetivos devem promover a cooperação reversa dos detentores dos poderes político e econômico, nomeadamente empresas e Administração Pública, e trabalhar com uma lógica dissuasiva de contra incentivo, apresenta-se o programa de compliance e o acordo de leniência como meios eficazes para combater a corrupção e promover uma cultura de integridade no Brasil.  

Metodologia: A pesquisa adota uma abordagem dedutiva, a técnica de pesquisa é bibliográfica e seu objetivo metodológico é exploratório e propositivo.

Resultados: O artigo apresenta o programa de compliance e o acordo de leniência como efetivos instrumentos de contra incentivo e cooperação entre empresas e Administração Pública no combate da corrupção global (pandêmica) e na promoção de uma cultura de integridade no Brasil.

Contribuições: O estudo correlaciona o programa de compliance e o acordo de leniência e sugere que ambos substantificam a cooperação indispensável dos titulares de poderes político e econômico, isto é, empresas e Administração Pública, no combate da corrupção e promoção de uma cultura de integridade.

Palavras-chave: Corrupção pandêmica. Programa de compliance. Acordo de leniência.

 

ABSTRACT

Objective: This article examines pandemic corruption, a designation that is attributed due to its amplitude in time and space and the countless damages it causes globally, including in Brazil. It seeks to understand its main characteristics in order to assess which instruments would be able to minimize it. Then, once established the premises that effective instruments should promote the reverse cooperation of the holders of political and economic powers, mainly companies and Public Administration, and work out with a deterrent logic of counter-incentive, the compliance program and leniency agreement are presented as an effective means of combating corruption and promoting a culture of integrity in Brazil.

Methodology: This article uses the deductive approach and the technique of bibliographic research and its methodological objective is exploratory and purposeful.

Results: This paper presents compliance program and leniency agreement as effective instruments of counter incentive and cooperation between companies and Public Administration on combating worldwide (pandemic) corruption and promoting a culture of integrity in Brazil.

Contributions: The study correlates compliance program and leniency agreement and suggests that both substantiate the indispensable cooperation of the holders of political and economic powers - companies and Public Administration - on combating corruption and promoting a culture of integrity.

Keywords: Pandemic corruption. Compliance Program. Leniency Agreement.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21902/revistajur.2316-753X.v5i62.4935

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Jurídica e-ISSN: 2316-753X

Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba/PR (Brasil). CEP 80.220-181

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.