A CARNAVALIZAÇÃO DO DIREITO COMO CHAVE DE UMA DAS PORTAS DE SAÍDA DA CASA VERDE

Angela Araujo Da Silveira ESPINDOLA, Miliane Dos Santos FANTONELLI

Resumo


RESUMO

A literatura, assim como uma lente, possibilita que se enxergue a realidade com outra perspectiva. É nessa medida que o presente artigo vai analisar o contexto jurídico a partir do conto “O Alienista”, do escritor brasileiro Machado de Assis, de 1882. Pretende-se problematizar o modo de produção do direito denunciando o senso comum teórico dos juristas e o enclausuramento do Direito pelo paradigma dominante, valendo-se das metáforas Machadianas. Por óbvio, seguindo os passos de Luiz Alberto Warat e em sua inspiração no pensamento bakhtiniano apontar a carnavalização do direito como uma alternativa possível. O método utilizado foi o dialético, colocando lado a lado dois universos distintos, a literatura e o direito, a fim de promover o diálogo entre esses mundos. Dessa forma, o trabalho se estruturou em dois capítulos, sendo o primeiro destinado a uma compreensão propriamente literária e o segundo fazendo a convergência da literatura Machadiana ao direito.

PALAVRAS-CHAVE: Casa Verde; Carnavalização; Ciência; Direito; Literatura.

 

ABSTRACT

Literature, like a glass, enables one to see reality from another perspective. The present article will analyze the legal context from the short story "The Alienist", by the Brazilian writer Machado de Assis, first published in 1882. It is intended to problematize the way of producing law, denouncing Common Sense Theoretician of the Jurists and the enclosure of the Right by the dominant paradigm, using the metaphors of that literary work. Obviously, following in the footsteps of Luiz Alberto Warat and in his inspiration in Bakhtinian thought point to the Carnavalization of law as a possible alternative. The method used was the dialectic, placing two distinct universes, literature and law side by side, in order to promote dialogue between these worlds. Thus, the work was structured in two chapters, the first one aimed at a properly literary understanding and the second making the convergence of Machadian literature to law.

KEYWORDS: Green House; Carnavalization; Science; Law; Literature.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Revista Jurídica e-ISSN: 2316-753X

Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba/PR (Brasil). CEP 80.220-181

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.