A RELAÇÃO ENTRE A FUNÇÃO SOCIOAMBIENTAL DA PROPRIEDADE E OS DIREITOS HUMANOS – O PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS (PSA)

Henrique Ribeiro CARDOSO, Pedro Ernesto Celestino Pascoal SANJUAN

Resumo


RESUMO

Com a apropriação dos bens dispostos na natureza pelo homem, tem início uma longa discussão que persiste até os dias hodiernos, acerca dos limites do exercício do direito de propriedade, que, originariamente revestia-se de caráter absoluto, sendo relativizando ao longo do tempo, especialmente no Brasil com o advento da Constituição Federal de 1988. O referido texto constitucional, absorvendo o conceito de função social da propriedade, condicionou o exercício desse direito ao cumprimento de determinadas obrigações, positivas ou negativas, em favor da sociedade, condicionantes essas que foram evoluindo até açambarcar o conteúdo ambiental, exsurgindo o conceito de função socioambiental da propriedade, como corolário da efetivação dos direitos humanos. Dentre o manancial de instrumentos apresentados ao longo do tempo, o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) mereceu especial destaque, razão pela qual foi incluído no presente trabalho, de modo que, o desafio proposto foi estabelecer o liame entre a função socioambiental da propriedade e os direitos humanos e a importância do PSA na sua efetivação e afirmação.

PALAVRAS-CHAVE: propriedade; preservação; socioambiental; direitos humanos.

 

ABSTRACT

With the appropriation of the goods disposed in nature by man, a long discussion begins, which persists even today, about the limits of the exercise of the right of property, which was originally of an absolute character, being relativized throughout the Time, especially in Brazil with the promulgation of the Federal Constitution of 1988. The aforementioned constitutional text, absorbing the concept of social function of property, conditioned the exercise of this right to the fulfillment of certain obligations, positive or negative, in favor of society, which evolved to include environmental content, exasperating the concept of socio-environmental function of property, as a corollary of the realization of human rights. Among the number of instruments presented over time, the Environmental Services Payment (PSA) deserved special mention, which is why it was included in the present study, so that the proposed challenge was to establish the link between the socio-environmental function of the property and Human rights and the importance of the PSA in its implementation and affirmation.

KEYWORDS: Property; Preservation; Socio-Environmental; Human Rights.

 

Referências


ANJOS FILHO, Robério Nunes. Direito ao Desenvolvimento. São Paulo: Saraiva, 2013.

ANTUNES, Paulo de Bessa. Direito Ambiental. 17º Ed. São Paulo: Editora Atlas, 2015.

AVVAD, Pedro Elias. Direito Imobiliário. Teoria geral e Negócios Imobiliários. 3º Ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Editora Forense, 2012.

BERNARDES, C; SOUZA JUNIOR, W.C. Pagamentos por Serviços Ambientais: Experiências Brasileira relacionadas a Agua. In: V Encontro Nacional da ANPPAS. Florianópolis, 2010. Disponível em http://www.anppas.org.br/encontro5/cd/artigos/GT9-522-502-20100831170114.pdf. Acesso em: 29 nov. 2016.

BORN, R. H.; TALOCCHI, S. Compensações por Serviços Ambientais: Sustentabilidade Ambiental com inclusão social. In: BORN, R. H.; TALOCCHI, S. (Coord.). Proteção do capital social e ecológico por meio de compensações por serviços ambientais. São Paulo: Vitae Civilis, 2002.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Organização da Equipe RT. 6ª Ed. rev., ampl., e atual., São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2011.

BRASIL. Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Código Civil Brasileiro. Brasília, DF: Senado, 2002.

CARVALHO, Edson Ferreira. Meio Ambiente e Direitos Humanos. Curitiba: Juruá, 2010.

COELHO, Carla Jeane Helfemsteller. Estrutura Curricular, Epistemológica e Metodológica dos Cursos do PDA Capacitação de Gestores de UCs no Nordeste. In: COELHO, Carla Jeane Helfemsteller e MELO, Maria das Dores C. (Org.). Saberes e Fazeres da Mata Atlântica do Nordeste: Lições para uma Gestão Participativa. Recife: AMANE, 2010.

JARDIM, Mariana Heilbuth. Pagamentos por Serviços Ambientais na Gestão de Recurso Hídricos: O Caso do Município de Extrema-MG. Dissertação de Mestrado. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7814. Acesso em 23 nov. 2016.

MACHADO, Carlos Augusto Alcântara. A Garantia Constitucional da Fraternidade: Constitucionalismo Fraternal. Tese de Doutorado. Disponível em: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=17079. Acesso em 30 nov. 2016.

MACHADO, Paulo Affonso Leme. Direito Ambiental Brasileiro. 22º Ed. São Paulo: Editora Malheiros, 2014.

MARQUES, Verônica Teixeira; OLIVEIRA, Liziane Paixão Silva; SÁTIRO, Guadalupe Souza. O reconhecimento jurídico do direito ao desenvolvimento sob a perspectiva emancipatória dos direitos humanos. In: Arquivo Jurídico. Teresina-PI, v.2, n. 2, p. 2-22, jul./dez.2015.

MILARÉ, Édis. Direito do Ambiente. 9º Ed. ver., ampl. e atual., São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2014.

SACHS, Ignacy. O Desenvolvimento Sustentável: Do Conceito à Ação, de Estocolmo a Joanesburgo. In: VARELLA, M. D; BARROS-PLATIAU, A.F. (Org.). Proteção Internacional do Meio Ambiente. Brasília: UNITAR, 2009.

SANTOS, Priscilla; BRITO, Brenda; MASCHIETTO, Fernanda; OSÓRIO, Guarany; MONZONI, Mário. Marco Regulatório sobre Pagamento por Serviços Ambientais no Brasil. Belém: IMAZON; FGV, 2012.

VARELLA, Marcelo Dias. O Surgimento e a Evolução do Direito Internacional do Meio Ambiente: Da Proteção da Natureza ao Desenvolvimento Sustentável. In: VARELLA, M. D; BARROS-PLATIAU, A.F. (Org.). Proteção Internacional do Meio Ambiente. Brasília: UNITAR, 2009.

VILANI, Rodrigo Machado. A Aplicação do Conceito Constitucional de Desenvolvimento Sustentável sob a perspectiva do STJ e STF. Revista Brasileira de Direito Constitucional – RBDC n. 13 – jan./jun. 2009.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .