JUDICIALIZAÇÃO DO ORÇAMENTO BRASILEIRO: O POSICIONAMENTO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL NOS ÚLTIMOS 20 ANOS.

Manoel Cavalcante de Lima NETO, Victor Hugo Lessa PIERRE, Carlos Eugênio Silva da COSTA, Daniel Cabral de ALMEIDA

Resumo


RESUMO

Neste artigo, validou-se a possibilidade de controle abstrato de constitucionalidade do orçamento público no Brasil por meio da análise da evolução dos posicionamentos registrados pela jurisprudência do Supremo Tribunal Federal nos últimos 20 anos. Aplicou-se, na metodologia, estudo descritivo com abordagem quali-quantitativa por meio de pesquisa bibliográfica e documental. Examinou-se a legalidade do controle judicial das leis orçamentárias e dos atos administrativos por elas regulados, bem como sua natureza jurídica. Concluiu-se que é possível o controle judicial das leis orçamentárias e dos atos da administração pública por elas regulados e que esse é o atual entendimento adotado pela Corte Suprema. Para pesquisas futuras, apontou-se o aprofundamento do estudo sobre a natureza jurídica das normas orçamentárias, em especial quanto à divergência doutrinária que discute sua classificação como lei formal ou material.

PALAVRAS-CHAVE: direito financeiro público; orçamento público; controle de constitucionalidade; lei orçamentária; supremo tribunal federal.

 

ABSTRACT

In this article, it was valideted the possibility of abstract control of the public budget constitutionality in Brazil by analyzing the evolution of the positions registered by the Federal Supreme Court jurisprudence over the last 20 years. It was applied, in the methodology, a descriptive study with quali-quantitative approach through bibliographical and documentary research. It was examined the legality of judicial control of budgetary laws and administrative acts regulated by them, as well as their legal nature. It was concluded that judicial control of the budget laws and of the public administration acts regulated by them is possible and that this is the current understanding adopted by the Supreme Court.

KEYWORDS: Public Financial Law; Public Budget; Constitutionality Control; Budgetary Law; Federal Court Of Justice.


Referências


ASSONI FILHO, Sérgio. Transparência fiscal e democracia. Porto Alegre: Núria Fabris, 2009.

ASSONI FILHO, Sérgio. Controle de Constitucionalidade da Lei Orçamentária. CONTI, José Maurício; SCAFF, Fernando Facury. Orçamentos Públicos e Direito Financeiro. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.

ÁVILA, Humberto Bergmann. Teoria dos princípios: da definição à aplicação dos princípios jurídicos. 2011.

BOBBIO, Norberto. Teoria da norma jurídica. 5. ed. Trad. Fernanda Pavan Baptista e Ariani Bueno Sudatti. Bauru: Edipro, 2012.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Direta de Inconstitucionalidade número 203, com medida liminar. Relator: Ministro Celso de Melo. Julgada em 22.3.1990.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Direta de Inconstitucionalidade número

496. Relator: Min. Sydney Sanches. Julgada em 21.11.1996.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Direta de Inconstitucionalidade número 1.640. Relator: Min. Sydney Sanches. Julgada em 12.2.1998.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Direta de Inconstitucionalidade número 2.484. Relator: Min. Sydney Sanches. Julgada em 19.12.2001.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Direta de Inconstitucionalidade número 2.925. Relator: Min. Sydney Sanches. Julgada em 19.12.2003.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Direta de Inconstitucionalidade 3652. Relatora: Min. Sepúlveda Pertence. Julgada em 19.12.2006.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Medida Cautelar na Ação Direta de Inconstitucionalidade 4.048. Relator: Min. Gilmar Mendes. Julgada em 14.5.2008.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Declaratória de Inconstitucionalidade número 4356. Relator: Min. Dias Toffoli. Julgada em 9.2.2011.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Declaratória de Inconstitucionalidade número 4426. Relator: Min. Dias Toffoli. Julgada em 9.2.2011.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental com Pedido de Medida Liminar número 307. Relator: Min. Dias Toffoli. Julgada em 11.4.2014.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Ação Declaratória de Inconstitucionalidade número 5287. Relator: Min. Dias Toffoli. Julgada em 2.5.2016.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, 5 out. 1988. Disponível em: . Acesso em: 29 dez. 2016.

BRASIL. Decreto-Lei 200, de 25 de fevereiro de 1967. Dispõe sobre a organização da Administração Federal, estabelece diretrizes para a Reforma Administrativa e dá outras providências. Brasília, 25 fev. 1967. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2017.

BRASIL. Lei 4.320, de 17 de março de 1964. Estatui Normas Gerais de Direito Financeiro para elaboração e contrôle dos orçamentos e balanços da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal. Brasília, 4 mai. 1964. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2017.

CAMPOS, Francisco. Orçamento – Natureza Jurídica – Lei Material e Lei Formal – Exposição e Crítica da Doutrina de Laband – Direito Comparado – Elevação do Impôsto de Vendas e Consignações em São Paulo. Revista de Direito Administrativo, Rio de Janeiro, v. 14, out./dez. 1948

CONTI, José Maurício. Planejamento e responsabilidade fiscal. Lei de Responsabilidade Fiscal-10 anos de vigência: questões atuais. Florianópolis: Conceito Editorial, p. 39-56, 2010.

CORREIA NETO, Celso de Barros; PÚBLICO, O. Orçamento. o Supremo Tribunal Federal. Orçamentos públicos e direito financeiro. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.

DEODATO, Alberto. Manual de ciência das finanças. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 1949.

DOS ANJOS, Pedro Germano. Limitações processuais e critérios jurídicos ao controle jurisdicional do orçamento público. Revista do Direito Público, v. 4, n. 2, p. 99-116, 2009.

DUGUIT, Léon. Traité de droit constitutionnel. E. de Boccard, 1925.

FUX, Luiz. Orçamento público na jurisprudência do STF: a possibilidade de controle judicial, a autonomia constitucional orçamentária e a problemática do orçamento participativo. In: FUX et al. Direito financeiro na jurisprudência do Supremo Tribunal Federal: homenagem ao ministro Marco Aurélio. Curitiba: Juruá, 2016, p. 25-47. [1061970] SEN STF 341.38 D598 DFJ

GIL, Antônio C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GOOGLE. Google acadêmico. 2016. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2017.

GRAU, Eros Roberto. Despesa pública–conflito entre princípios e eficácia das regras jurídicas–o princípio da sujeição da Administração às decisões do Poder Judiciário e o princípio da legalidade da despesa pública. Revista Trimestral de Direito Público, v. 2, p. 131-147, 1993.

JÈZE, Gaston. Cours de finances publiques, 1935-1936. Librairie générale de droit & de jurisprudence, 1936.

KELSEN, Hans. Teoria pura do direito. 5. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

LABAND, Paul; ZAMIT, José; BEREIJO, Alvaro Rodríguez. Derecho presupuestario. Ministerio de Hacienda, 1979.

MAZZA, Fabio Ferreira; MENDES, Áquilas Nogueira. Decisões judiciais e orçamento: um olhar sobre a saúde pública. Revista de Direito Sanitário, v. 14, n. 3, p. 42-65, 2014.

MENDES, Gilmar Ferreira. Ação direta de inconstitucionalidade e ação declaratótia de constitucionalidade. In. MEIRELLES, Hely Lopes. Mandado de segurança. 29. ed. São Paulo: Malheiros, 2006.

NOBRE, Leni Lúcia Leal. Análise dos julgamentos do Tribunal de Contas dos municípios do Estado do Ceará: um olhar sobre a prestação de contas dos Sistemas Municipais de Saúde. 2010. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Prática de Saúde Pública.

Regis Fernandes de Oliveira. Curso de Direito Financeiro. 4. Ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.

SANTOS, Patrícia da Fonseca dos. Natureza jurídica do orçamento público e o controle da execução das despesas previstas na lei orçamentária. 2013.

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE - SCIELO. Biblioteca científica eletrônica online. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2017.

SCIENTIFIC PERIODICALS ELECTRONIC LIBRARY - SPELL. Sistema de busca de artigos. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2017.

TEIXEIRA, Thamires Prenda; POLICARPO, Douglas. As alterações orçamentárias e o controle de constitucionalidade face aos direitos fundamentais. Revista do Direito Público, v. 7, n. 2, p. 133-156, 2012.

TORRES, Ricardo Lobo. Tratado de Direito Constitucional Financeiro e Tributário. vol. V. 3. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

TORRES, Ricardo Lobo. O orçamento na Constituição. Rio de Janeiro: Renovar, 2011.

VASCONCELOS, Natália Pires de. O Supremo Tribunal Federal e o orçamento: uma análise do controle concentrado de leis orçamentárias. Monografia. Escola de Formação da Sociedade Brasileira de Direito Público. São Paulo, 2010.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .