A CRISE POLÍTICO PARTIDÁRIA BRASILEIRA: FIM DAS COLIGAÇÕES PARA ELEIÇÕES PROPORCIONAIS, ADOÇÃO DA CLÁUSULA DE BARREIRA E A ELIMINAÇÃO DE COMISSÕES PROVISÓRIAS, SUGESTÕES PARA VERDADEIRA REFORMA POLÍTICA NO BRASIL

Horácio MONTESCHIO, Francisco Pedro JUCÁ

Resumo


RESUMO

O quadro político brasileiro necessita de alterações urgentes. Passível de dúvida é a possibilidade de concessão “patrocínio” público feito, pelo fundo partidário, sem que haja qualquer regra específica de destinação destes recursos públicos. No mesmo cenário as “coligações eleitorais” acabam por criar situação esdrúxula no quadro dos eleitos. O pluripartidarismo foi totalmente distorcido, pela criação indiscriminada de partidos políticos. Os partidos passaram a constituir em um patrimônio de determinado político. Esse apossar só é possível diante da presença no sistema eleitoral pátrio de “comissões provisórias” que representam o que existe de mais atrasado no sistema político brasileiro.

PALAVRAS-CHAVE: Coligações proporcionais; adoção da cláusula de barreira; eliminação de comissões provisórias.

 

ABSTRACT

The Brazilian political framework needs urgent changes. The possibility of granting public "sponsorship" made by the party fund, without any specific rule of destination of these public resources, is open to question. In the same scenario the "electoral coalitions" end up creating an esdrúxula situation in the elect. The multiparty system was totally distorted by the indiscriminate creation of political parties. The parties began to constitute a patrimony of a certain politician. This seizure is possible only in view of the presence in the electoral system of "provisional commissions" that represent the most backward in the Brazilian political system.

KEYWORDS: Proportional coalitions; Adoption of the barrier clause; Elimination of provisional commissions.


Referências


ANDRADA. Bonifácio de. Ciência política : ciência do poder. São Paulo : LTr, 1998.

ATALIBA, Geraldo. República e constituição. Malheiros : São Paulo, 2011.

AZAMBUJA, Darcy. Teoria Geral do Estado. Rio de Janeiro : Globo, 1988.

BONAVIDES, Paulo. A democracia participativa e os bloqueios da classe dominante. In: Direito e poder : nas instituições e nos valores do público e do privado contemporâneos. TÔRRES, Heleno Taveira (coord.) Barueri, SP : Malone, 2005.

BUENO, Pimenta. Direito público brasileiro e análise da constituição do império. Rio de Janeiro : Nova Edição, 1958.

CÂNDIDO, Joel José. Direito Eleitoral Brasileiro. São Paulo : Edipro, 2001.

CASTRO. Edson de Resende. Teoria e prática do direito eleitoral. Belo Horizonte : Del Rey, 2010.

DANTAS, Humberto. O Workshop no Rio de Janeiro : lições de um exercício. In: Coligações partidárias na nova democracia brasileira : perfis e tendências. KRAUSE, Silvana; DANTAS, Humberto; MIGUEL, Luiz Felipe. (org.) Rio de Janeiro : Konrad-Adenauer-Stiffung; São Paulo : UNESP, 2010.

GOMES, José Jairo. Direito eleitoral. Belo Horizonte : Del Rey, 2008.

GUEDES, Néviton. Dos direitos políticos. In: Comentários À Constituição Do Brasil. J.J. Gomes Canotilho... [et al.]. – São Paulo : Saraiva/Almedina, 2013.

KNOERR, Fernando Gustavo. Bases e perspectivas da reforma política brasileira. Belo Horizonte : Fórum, 2009.

LEAL, Rogério Gesta. Teoria do Estado: cidadania e poder político na modernidade. Porto Alegre : Livraria do Advogado, 2001.

MEZZAROBA, Orides. O endereço da transpersonalização dos atores políticos no processo de reconstrução do modelo de estado de direito no Brasil. In: Estudos constitucionais. COUTINHO, Jacinto Nelson de Miranda; MORAIS, Luiz Bolzan de; STRECK, Lenio Luiz. (orgs) Rio de Janeiro : Renovar, 2007.

MOTA, Carlos Guilherme. História do Brasil: uma interpretação, São Paulo : 34, 2015.

PEDRA, Adriano Sant’Ana. Sistema Eleitoral e democracia representativa. In: Constitucionalismo: os desafios no terceiro milênio. AGRA, Walber de Moura; CASTRO, Celso Luiz Braga de; TAVARES, André Ramos. (coord.) Belo Horizonte : Fórum, 2008.

RANAYANA, Marcos. Resumo de direito eleitoral. Niterói : Impetus, 2008.

SANTANO, Ana Claudia, O financiamento da política: teoria geral e experiências no direito comparado. Curitiba :Íthala, 2016.

SILVA, José Afonso da. Comentário contextual à constituição. São Paulo : Malheiros, 2014.

SILVA, José Nepomuceno da. As alianças e coligações partidárias. Belo Horizonte : Del Rey, 2003.

SOBREIRO NETO, Armando Antonio. Direito eleitoral: teoria e prática. Curitiba : Juruá, 2008.

VICTOR, Sérgio Antônio Ferreira. Presidencialismo de Coalizão: Exame do atual sistema de governo brasileiro. São Paulo : Saraiva, 2015.

WERLE, Denilson Luis. O liberalismo contemporâneo e seus críticos. In: Manual de filosofia política: para os cursos de teoria de estado e ciência política, filosofia e ciências sociais. RAMOS, Flamarion Caldeira; MELO, Rúrion; FATERSCHI, Yara (coords.). São Paulo : Saraiva, 2015.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .