FAIR TRADE E ECONOMIA COLABORATIVA COMO MECANISMOS DE PERSECUÇÃO DA FUNÇÃO SOCIAL E SOLIDÁRIA DA EMPRESA

Mariana Ribeiro SANTIAGO, Vinícius Mendes e SILVA

Resumo


RESUMO

A proposta do presente trabalho é analisar os sistemas do fair trade e da economia colaborativa, como mecanismos de persecução da justiça social, pesquisando qual o papel da empresa, em razão de sua função social e solidária. O estudo justifica-se pelas necessidades ambientais, sociais e econômicas impostas à sociedade, o que gera prejuízos para ela e, inclusive, para as gerações futuras. Objetiva-se demonstrar que, a par da necessidade da empresa buscar sempre o lucro, é possível que ela atue com fins sociais e solidários. Para tanto, estuda-se, inicialmente, o fair trade , para, na sequencia, analisar o fenômeno da economia colaborativa, finalizando o estudo com foco na função social e solidária da empresa. O método de abordagem utilizado foi o dedutivo, com recurso ao método de pesquisa bibliográfico. 

PALAVRAS-CHAVE: Economia colaborativa; Fair trade; Função social; Solidariedade.

 

ABSTRACT

The purpose of this paper is to analyze fair trade systems and collaborative economics, as mechanisms for pursuing social justice, researching the role of the company, due to its social and solidarity function. The study is justified by the environmental, social and economic needs imposed on society, which generates damages to it and even to future generations. The objective is to demonstrate that, in addition to the need of the company to always seek profit, it is possible that it acts with social and solidarity purposes. For that, the fair trade is initially studied, in order to analyze the phenomenon of collaborative economics, finishing the study with a focus on the social and solidarity function of the company. The method used was the deductive one, using the method of bibliographic research.

KEYWORDS: Collaborative economy; Fair trade; Social function; Solidarity.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.