AS FACES DA VIOLÊNCIA: UMA ANÁLISE TEÓRICA E REFLEXIVA

Pedro Canevalli Fernandes, Marcelo Mattos Júnior

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo a teorização e a análise da violência, especialmente inserida no preconceito e na discriminação das minorias étnicas, uma vez que se apresenta como uma adversidade presente desde tempos remotos até a contemporaneidade. Nesse sentido, a finalidade deste artigo é apresentar as diferentes faces da violência, ou seja, as diferentes tipologias a partir de uma investigação por meio de diversos autores que dedicam-se a compreender sua síntese.  Logo, para que a análise do conceito fosse possível, foram então realizadas análises bibliográficas como: Misse (2003), Bezerra (2003), Soriano (2007), Rifiotis (1999), Pesavento (2006), Zisman (1993), Sodré (2003) e Machado e Noronha, (2002), que levaram, por fim, a compreensão do que seria violência e também a aplicabilidade de suas falas no cenário atual, uma vez que o fenômeno se faz presente na sociedade de maneira acentuada mesmo com o passar dos anos.


Referências


MACHADO, Eduardo Paes; NORONHA, Ceci Vilar. A polícia dos pobres: violência policial em classes populares urbanas. 2002. Disponível em: . Acesso em: 03 ago. 2016.

MISSE, Michel; BEZERRA JUNIOR, Benilton; SODRÉ, Muniz. Reflexões sobre a violência urbana (In) Segurança e (Des) Esperanças. Rio de Janeiro: Mauad X, 2006. 161 p.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Memória e história: as marcas da violência. 2006. Disponível em: . Acesso em: 03 ago. 2016.

RIFIOTIS, Theophilos. Violência policial e imprensa: o caso da Favela Naval. 1999. Disponível em: . Acesso em: 03 ago. 2016.

SORIANO, Érico. Os espaços de medo e os de castigo nas pequenas cidades do estado de São Paulo: o caso Itirapina. 2007. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2007.

ZISMAN, Meraldo. Violência a metamorfose do medo. Recife: O Autor, 1993.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .