O Empreendedor sob algumas perspectivas: um caso no setor de alumínio e acrílico em Recife/PE

Francisco Oliveira Machado, Josineide Santos da Silva

Resumo


O presente estudo foi desenvolvido tendo como caso de análise a trajetória de um empreendedor atuante na comercialização de produtos de alumínio e acrílico, na cidade de Recife/PE. As técnicas de coleta de dados adotadas foram entrevistas individuais e observações simples. Os principais achados do sucesso do empreendedor foram: (1) Influência oriunda de seu histórico de vida atuante no setor de alumínio e acrílico; (2) Rede de contatos estabelecida antes e durante a consolidação do negócio; (3) Conjunto de recursos intangíveis desenvolvidos ao longo do tempo, como a confiança e reputação no mercado; (4) Características de Personalidade Empreendedora, sobretudo, predisposição ao aprender, à busca constante de oportunidades, dedicação ao trabalho, paixão pelo que faz e liderança comprometida com sua equipe.

Texto completo:

PDF

Referências


BARNEY, J. Firm resources and sustained competitive advantage. Journal of Management. v. 17, n. 1, p. 99-120, 1991.

BARNEY, J.; WRIGHT, M.; KETCHEN Jr, D. J. The resource-based view of the firm: Ten years after 1991. Journal of Management, 27, pp. 625–641, 2001.

BECKER, M. C.. Organizational routines: a review of the literature. Industrial and Corporate Change, vol. 13, no. 4, 2004, pp. 643-677.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação Qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto/Portugal: Porto Editora, 1994.

BRUSH, C. G.; GREENE, P. G.; HART, M. M. Empreendedorismo e construção da base de recursos. Revista de Administração, São Paulo, v. 42, n. 1, p. 20-35, Jan/Mar. 2002.

CUNNINGHAM, J. B.; LISCHERON, J. Difining entrepreuneurship. Journal of Small Business Management. v. 29, n. 1, pp. 45-61, jan. 1991.

DAY, G. S. Avaliação das Arenas Competitivas: quem são seus concorrentes? In: DAY, G. S.; REIBSTEIN, D. J.; GUNTHER, R. A Dinâmica da Estratégia Competitiva. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor. São Paulo: Cultura Editores, 1999.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo na prática: mitos e verdades do empreendedor de sucesso. 2º ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo: Transformando idéias em negócios. 3º ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001.

DUTRA, I. de S.; PREVIDELLI, J. J. Perfil do empreendedor versus mortalidade de empresas: Estudo de caso do perfil do micro e pequeno empreendedor. In: XXVII Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Atibaia, SP. Set. 2003.

EMPREENDEDORISMO NO BRASIL. SEBRAE, GEM (Global Entrepeneurship Monitor). 2009 Disponível em: http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/EB2AB20EEE491FB6832576FC006CE794/$File/NT00043D82.pdf Acesso em: 12/06/2010.

FAGERBERG, J. Innovation: a guide to the literature. In: FAGERBERG, J.; MOWERY, D. C.; NELSON, R. R. The Oxford Handbook of Innovation. New York: Oxford University Presss, 2005, Cap. 1, pp. 1-26.

FARAH, O. E.; CAVALCANTI, M.; MARCONDES, L. P. Empreendedorismo estratégico. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

FELDMAN, M. S.. A Performative perspective on stability and change in organizational routines. Industrial and Corporate Change. v. 12, n. 4, pp. 727-752, 2003.

FELDMAN, M. S.. Organizational Routines as a Source of Continuous Change. Organization Science. v. 11, n. 6, p. 611-629, Nov-Dec, 2000.

FELDMAN, M. S.. Resources in Emerging Structures and Processes of Change. Organization Science, vol. 15, n. 3, May-June 2004, pp. 295-309.

FELDMAN, M. S.; PENTLAND, Brian T. Reconceptualizing Organizational Routines as a Source of Flexibility and Change. Administrative Science Quarterly. v. 48, n. 1, PP. 94-118, Mar, 2003.

FEUERSCHÜTTE, S. G.; ALPERSTEDT, G. D. Empreendedorismo e competência: Um ensaio sobre a complementaridade e convergência dos construtos. In: XXXII Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Rio de Janeiro, RJ. set. 2008

FILION, L. J. Diferenças entre sistemas gerenciais de empreendedores e operadores de pequenos negócios. Revista de Administração de Empresas. v. 39, n. 4, pp. 6-20, out/dez. 1999a.

FILION, L. J. Empreendedorismo e gerenciamento: processos distintos, porém complementares. Revista de Administração. São Paulo, v. 7, n.3, p 2-7, jul/set, 2000.

FILION, L. J. Empreendedorismo: Empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos de pequenos negócios. Revista de Administração. São Paulo, v.34, n. 2, p 05-28, abril/junho, 1999b.

FILION, L. J. O planejamento do seu sistema de aprendizagem empresarial: Identifique uma visão e avalie seu sistema de relações. Revista de Administração. São Paulo, v. 31, n. 3, p. 63-71, jul/set, 1991.

FILION, L. J. Visão e relações: Elementos para um metamodelo empreendedor. Revista de Administração de empresas. São Paulo, v. 33, n. 6, p. 50-61, nov/dez.1993.

GASKELL, G.. Entrevistas Individuais e Grupais. In: BAUER, M. W.; GASKELL, G.. Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som: um manual prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. p. 64-89.

GIMENEZ, F. A. P.; INÁCIO JUNIOR, E.. Investigando o potencial empreendedor e de liderança criativa. In: XXVI Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Salvador, BA. set. 2002.

GODOY, A. S. Introdução à Pesquisa Qualitativa e suas Possibilidades. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n. 2, pp. 57-63, Mar-Abr, 1995a.

GODOY, A. S. Pesquisa Qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n. 3, pp. 20-29, Mai-Jun, 1995b.

HISRICH, R. D.; PETERS, M. P.; SHEPHERD, D. A. Empreendedorismo. 7 ed. São Paulo: Bookman, 2009.

HISRICH, R. D; PETERS, M.. O Indivíduo Empreendedor. In: ___________. Empreendedorismo. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004. Cap. 3.

HITT, M. A.; IRELAND, R. D., HOSKISSON. R. E. Administração Estratégica. São Paulo: Thomson, 2002.

LAZZARINI, S. G. Empreas em Rede. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

LIMA, M. C. Monografia: a engenharia da produção acadêmica. São Paulo: Saraiva, 2004.

McCARTHY, B. The Impact of the Entrepreneur’s Personality on the Strategy-Formation and Planning Process in SME’s. Irish Journal of Management. v. 24, n. 1, pp. 154-172. 2003.

MERRIAM, S. Qualitative Research and Case Study Applications in Education. San Francisco: Jossey-Bass, 1998.

MILLER, D.; KETS DE VRIES, M. F. R.; TOULOUSE, J.M. Top Executive Locus of Control and Its Relationship to Strategy-Making, Structure, and Environment. Academy of Management Journal. v. 25, n. 2, pp. 237-253, jun, 1982.

MINTZBERG, H. Patterns in strategy formation. Management Science, v. 24, n. 9, p. 934-948, May, 1978.

MINTZBERG, H. Strategy-making in three modes. California Management Review, v. 16, n. 2, pp.44-53, Winter, 1973.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND , B.; LAMPEL, J. Safári de estratégia: um roteiro para a selva do planejamento estratégico. Porto Alegre: Bookman, 2000.

MORRISON, A.; BREEN, J.; ALI, S. Small Business Growth: Intention, Ability, and Opportunity. Journal of Small Business Management. v. 41, n. 4, pp. 417-425, oct, 2003.

MOTTA, P. R. Gestão Contemporânea: A ciência e a arte de ser dirigente. Rio de Janeiro: Record, 1991.

NELSON, R. R.; WINTER, S. G. Uma teoria evolucionária da mudança econômica. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2005.

PAIVA JUNIOR, F. G. de; CORDEIRO, A. T. Empreendedorismo e o espírito empreendedor: Uma análise da evolução dos estudos na produção acadêmica brasileira. In: XXVI Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Salvador, BA. set. 2002.

PENROSE, E. T., A teoria do crescimento da firma. Editora da Unicamp, São Paulo, 2009, Prefácios, Cap. I - III, p.1-86.

PENTLAND, Brian T.; FELDMAN, Martha S.. Designing routines: On the folly of designing artifacts, while hoping for patterns of action. Information and Organization, vol. 18, 2008, pp. 235-250.

PENTLAND, Brian T.; FELDMAN, Martha S.. Narrative Networks: Patterns of Technology and Organization. Organization Science, vo. 18, n. 5, Sep-Oct. 2007, pp. 781-795.

PENTLAND, Brian T.; FELDMAN, Martha S.. Organizational routines as a unit of analysis. Industrial and Corporate Change, v. 14, n. 5, pp. 793-815, Aug. 2005.

PORTER, M. E. Estratégia Competitiva: técnicas para análise da indústria e da concorrência. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

PRAHALAD, C.; HAMEL, G. The core competence of the corporation. Harvard Business Review, v. 68, issue 3, p. 79-91, May/Jun. 1990.

REUBER, A. R.; FISCHER, E. Understanding The Consequences of Founders’ Experience. Journal of Small Business Management. vol. 37, iss. 2, abr, pp. 30-45, 1999.

REY, F. G.. Pesquisa qualitativa e subjetividade: os processos de construção da informação. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.

ROSSONI, L.; TEIXEIRA, R. M. Integrando Empreendedorismo, Rede de Relações, Recursos e Legitimidade: O Caso da Aliança Empreendedora. In: XXX Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Salvador, BA. Set. 2006.

SALES, A. H. L.; SOUZA NETO, S. P. de. Empreendedorismo nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil. In: XXVIII Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Curitiba, PR. Set. 2004.

SEBRAE. A presença das micro e pequenas empresas na economia brasileira. Disponível em:http://webcache.googleusercontent.com/searchq=cache:yXZpWnIycU4J:www.sebraesp.com.br. 2010a. Acesso em: 13/06/2010.

SEBRAE. Critérios e conceitos para classificação de empresas. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/customizado/estudos-e-pesquisas/integra_bia?ident_unico=97. 2010b. Acesso em: 10/06/2010.

SHANE, S.; VENKATARAMAN, S. The Promise of Entrepreneurship as a Field of Research. Academy of Management Review. vol. 25, n. 1, pp. 217-226, 2000.

SHEIN, E. H. The role of the founder in creating Organizational Culture. Organizational Dynamics. pp. 13-28. summer, 1983.

STAKE, R. The art of case study research. Thousand Oaks: Sage, 1995.

TEIXEIRA, R. M.; MORRISON, A. Desenvolvimento de Empresários em Empresas de Pequeno Porte do Setor Hoteleiro: Processo de Aprendizagem, Competências e Redes de Relacionamento. Revista de Administração Contemporânea. vol. 1, n. 1, jan/abr 1997. pp. 105-127.

VALE, G. V.; WILKINSON, J.; AMÂNCIO, R. Empreendedorismo, Inovação e Redes: uma nova abordagem. Revista de Administração de Empresas Eletrônica. v. 7, n. 1, Art. 7, jan./jun. 2008.

VIDAL, F. A. B.; SANTOS FILHO, J. L. dos. Comportamento empreendedor do gerente-proprietário influenciando na vantagem competitiva de uma empresa varejista de médio porte. In: XXVII Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Atibaia, SP. set. 2003.

WERNERFELT, B. A resource-based view of the firm. Strategic Management Journal, v. 5, p. 171-180, 1984.

YIN, R. K.. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. 2 ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.21902/AdminRev.2316-7548.v1i20.883

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Administração de Empresas em Revista, e-ISSN: 2316-7548

Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba/PR (Brasil). CEP 80.220-181

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.